image1 image2 image3

[i]

 Neste artigo, pretendemos apresentar os traços fundamentais da filosofia de Ch. Perelman (1912-1984) e suas implicações no tratamento da questão da fundamentação dos Direitos Humanos. Para este empreendimento utilizamos três artigos: Philosophies premières et philosophie régressive (1949), Peut-on fonder les droits de l’homme?(1964) e La sauvegarde et le fondement des droits de l’homme (1982). A Nova Retórica será sua proposta de uma nova racionalidade jurídica. Para que isso fosse possível ele precisava “demolir” os fundamentos da racionalidade moderna. Nossa tese é que neste artigo de 1949 ele efetiva esta crítica, i. e, ao seu modus sistemático, fechado de pensar a realidade (Wirklichkeit) e sua pretensão nunca realizada de descrever oreal. Os outros artigos corroboram o que anunciou programaticamente em 1949. Procuramos mostrar o quão pertinente é o pensamento de Perelman no contexto pós-moderno.